No âmbito do Protocolo de colaboração celebrado entre o Camões - Instituto da Cooperação e da Língua I.P. e a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB) que estabelece os princípios da parceria para a promoção de objetivos comuns de internacionalização da literatura em língua portuguesa, é criada a Linha de Apoio à Tradução e Edição (LATE), cujas normas são consagradas no Regulamento, que é parte integrante deste anúncio e se encontra disponível em inglêsespanholfrancês e chinês.

A referida Linha de Apoio visa promover a tradução e edição no estrangeiro de obras escritas em língua portuguesa, por autores portugueses e por autores dos países africanos de língua portuguesa (Angola, Moçambique Cabo Verde, São Tomé, Guiné-Bissau) e de Timor-Leste, através de apoios financeiros e de bolsas para tradutores.

A Linha de Apoio destina-se a editoras estrangeiras e nacionais que apresentem candidaturas para a publicação de obras destinadas aos mercados e públicos no estrangeiro, podendo cada editor submeter mais do que uma candidatura, até ao próximo dia 17 de agosto.

Para além de propostas editoriais de iniciativa das editoras, a LATE contempla ainda uma modalidade de apoio à tradução e edição de Obras Referenciais da Literatura Portuguesa, elaborada por uma Comissão Técnica, com a participação da Associação Portuguesa de Escritores e a Associação Internacional de Lusitanistas. Nestes casos, para além dos custos de tradução e edição, está prevista a aquisição de exemplares aos editores, para distribuição pelas redes externas.

  • Partilhe